Com 135 viaturas por dia, Força Tarefa aumenta segurança para alagoanos e turistas

Há dois anos, Alagoas ganhou um reforço no policiamento que vem beneficiando cidadãos, turistas e os próprios policiais. O programa Força Tarefa, que cobre todos os municípios do estado, tem reduzido a violência e aumentado a sensação de segurança, fazendo Alagoas ser lembrado como um local tranquilo para viver e trabalhar. Diariamente, são empregadas mais de 135 viaturas em todo o território alagoano, nas regiões onde há maior incidência criminal.

O programa paga R$ 120 aos policiais que se voluntariam para serviços extras, aumentando o efetivo nas ruas. Entre 2017 e 2018, o Governo do Estado investiu mais de R$ 17 milhões no pagamento dos militares. Isso significa dizer que cerca de 1.600 policiais voluntários foram remunerados pelo programa na capital e no interior. Já nos cinco primeiros meses deste ano, mais de R$ 7 milhões de recursos do Tesouro Estadual foram destinados à remuneração.

Integrado com as guarnições dos batalhões de Polícia Militar, o Força Tarefa auxilia no combate a diversos tipos de crimes. Segundo dados do Comando de Policiamento da Capital (CPC), de janeiro a março deste ano a Região Metropolitana contabilizou 26 apreensões de drogas e 17 armas de fogo.

Para o Secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior, a integração das forças policiais e os grandes investimentos realizados pelo Governo do Estado são responsáveis pelos bons resultados na segurança. “Nos últimos anos, tivemos investimentos tanto na infraestrutura, por meio da construção dos Centros Integrados de Segurança Pública (CISP), quanto na valorização das forças policiais, com programas como o Força Tarefa, que estão sendo fundamentais para o combate ao crime em Alagoas e, consequentemente, para o aumento da sensação de segurança da população”, disse.

“Hoje, todo município que recebe um CISP também é contemplado com a Força Tarefa e isso possibilita que aquelas comunidades de difícil acesso sejam beneficiadas com policiamento”, destacou o secretário.

Turistas avaliam mudança positiva

Com mais segurança, o turista aproveita melhor sua estadia em Alagoas. A família Franco é de Buenos Aires, Argentina, e já conhece diversos estados brasileiros. Porém, antes de visitar Maceió, eles pesquisaram se a cidade era segura. “Pesquisamos na internet e falamos com alguns amigos. Todos disseram que era bem tranquilo. Nos sentimos muito seguros, vemos muitos policiais caminhando e em viaturas o tempo todo”, disse Camila Franco.

“Em outra viagem [para outro estado] tivemos que pagar um guia para nos mostrar onde poderíamos ou não entrar, mas aqui podemos caminhar tranquilamente pela rua com nossas coisas sem preocupação”, observou a irmã de Camila, Sofia Franco.

O aposentado José Cardoso estava há três dias passeando pela capital alagoana quando relatou que, além das belezas naturais, aprovava a segurança para o turista.

“Aqui é muito bom. Me sinto mais seguro do que em alguns estados que visitei. Eu recomendo a todos que queiram visitar, com certeza. A gente sempre vê viaturas circulando, câmeras que ajudam no monitoramento, me parece perfeito. Aqui você tem lugares bonitos para apreciar e segurança. É perfeito”, disse o sergipano, que vive há 50 anos em São Paulo.

Benefícios para o comércio

O comércio também se beneficia da segurança. Emerson Alencar é mototaxista e trabalha no Jacintinho. Segundo ele, houve melhora no policiamento do bairro com a presença de programas como o Força Tarefa. “Melhorou bastante. Vemos as viaturas passando direto, aí diminuiu a ‘malandragem’. Antes a gente não podia andar com o celular na mão, hoje me sinto mais seguro até para trabalhar”, afirmou.

A vendedora Nadja Eduarda afirma que observou mudanças positivas como o aumento no número de policiais nas ruas e redução de assaltos na região. “Antes era mais [assaltos], só que agora diminuiu. Aqui eu me sinto segura”, garantiu.

Ascom – 28/05/2019

(Visited 10 times, 1 visits today)