Padre Marcelo Rossi perde na justiça e tem venda de livro proibida

A Justiça proibiu o padre Marcelo Rossi de vender, distribuir ou publicar trechos do livro “Ágape”, um de seus maiores sucessos, em todo o mundo. A medida foi definida na quinta-feira (11) e tem caráter imediato.

Segundo informações o jornalista Alessandro Lo-Bianco, do “A Tarde é Sua”, a decisão é o resultado da ação movida pela escritora Isaura Garcia, que contestou o fato de não ter sido creditada na publicação devida ao uso de um texto seu no livro, revela o Terra.

No processo, ela justificou ter escrito o trecho em 1983. Como indenização, foi solicitado o valor de R$ 50 milhões, devido a violação de direitos autorais. A definição quanto ao pagamento do montante, porém, ainda será julgado.

“Ágape” foi publicado em 2015 e o texto em questão ocupa uma página e meia do livro. Sobre a decisão da Justiça, tanto padre Marcelo Rossi, quanto a editora Globo, responsável pela publicação, não se posicionam.

15/04/2019

(Visited 9 times, 1 visits today)